Theatro São Pedro - Porto Alegre

Theatro São Pedro apresenta terceira edição do Prêmio Eva Sopher 2020 no Youtube

A Secretaria de Estado da Cultura e a Fundação Teatro São Pedro promoveram a terceira edição do Prêmio Eva Sopher, em homenagem à eterna guardiã do Theatro São Pedro, uma das figuras mais emblemáticas do cenário cultural do Estado do RS. A cerimônia, que ocorreu de forma virtual devido à pandemia da Covid-19, teve por objetivo valorizar personalidades públicas e instituições que colaboraram significativamente para a promoção da cultura em suas diferentes expressões em 2020. O vídeo completo está disponível no Youtube (www.youtube.com/c/TheatroSaoPedroRS) e no Instagram (www.instagram.com/TeatroSaoPedro).

https://youtu.be/wOcRfNGecI4

Os agraciados com o Prêmio Eva Sopher 2020 foram: na categoria instituição, a Assembleia Legislativa; na categoria personalidade artística, a homenagem foi para o ator e diretor Luiz Paulo Vasconcellos; na categoria destaque cultural foram dois troféus: o primeiro, para o diretor geral do Festival Porto Alegre em Cena, Fernando Zugno, e o segundo para a Secretária de Estado da Cultura, Beatriz Araujo; e na categoria reconhecimento, a última desta edição, o Lauro Porto, funcionário do Theatro São Pedro desde 1984, foi o premiado. O troféu do prêmio é uma obra de Vinicius Vieira, artista plástico que concretizou em forma de arte a bela assinatura de dona Eva.
A Fundação Teatro São Pedro segue firme com a missão e os valores de Eva Sopher. A equipe, após anos de aprendizagem ao lado desta grande mulher, permanece com o cuidado em valorizar a história do Theatro São Pedro e pensar no futuro, em novas plateias e nas novas formas de consumo cultural.

 

SOBRE OS VENCEDORES:

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

WhatsApp Image 2020-12-09 at 12.04.05

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul possui diversos projetos que contribuem para a cultura do estado. Em 1981, um importante prédio histórico residencial passou a integrar a Assembleia Legislativa, o Solar dos Câmara. Após uma grande reforma, o local se transformou num espaço cultural que propicia apresentações artísticas de inúmeros gêneros para a comunidade. Um dos projetos deste espaço que merece destaque é o Sarau do Solar, série de programações que conta com espetáculos musicais em temporadas anuais – com entrada franca – e já se constata tradicional no calendário de Porto Alegre. Este ano, por conta da pandemia, os eventos seguiram acontecendo, mas de forma virtual, contando com edições especiais no Theatro São Pedro e no Multipalco. Por sua relevância para a cidade, o Sarau do Solar foi agraciado por Honra ao Mérito no Prêmio Açorianos de Música 2006, concedido pela Secretaria de Cultura de Porto Alegre.

 

LUIZ PAULO VASCONCELLOS

Luiz Paulo Vasconcellos_Categoria Personalidade Artística_crédito_Diego da Maia

Nascido em 1941, no Rio de Janeiro, Luiz Paulo Vasconcellos é ator, diretor teatral, dramaturgo, poeta e historiador, além de bacharel em Direção Teatral pela Uni-Rio. Especializou-se na França e nos Estados Unidos e logo após veio morar em Porto Alegre, assumindo como professor adjunto do Departamento de Arte Dramática da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, entre 1970 e 1995, onde lecionou Direção e Estética do Espetáculo. Além do teatro, Vasconcellos atuou no cinema e na televisão, e recebeu inúmeras homenagens pelos serviços prestados ao teatro brasileiro.

 

FERNANDO ZUGNO

Fernando Zugno_Categoria Destaque Cultural_credito_Diego da Maia

Zugno é graduado em teatro pelo Teatro Escola de Porto Alegre e em Comunicação Social pela PUC-RS. Em seu currículo, consta a montagem dos espetáculos “Inimigos de Classe”, “Marxismo, Ideologia e Rock’n’roll”, “O Lugar Escuro”, e o trabalho na estreia do espetáculo “Godspell, a Esperança”, além de projetos como o Sarau Produções, com a Cia. Brasileira de Teatro, de Marcio Abreu, e em eventos na Secretaria da Cultura de Canoas. Desde 2006, Fernando Zugno é produtor do Festival Internacional de Artes Cênicas, o Porto Alegre em Cena, do qual é curador desde 2012, e assumiu a Coordenação e direção geral a partir de 2017. Mesmo com todas as dificuldades causadas pela pandemia da Covid-19, este ano o Festival se adaptou às condições atípicas e ocorreu de forma virtual, seguindo com a mesma qualidade das edições anteriores.

 

BEATRIZ ARAUJO

Beatriz Araujo_categoria Destaque Cultural_crédito Diego da Maia

A Secretária de Estado da Cultura, Beatriz Araujo iniciou suas atividades na área cultural aos 22 anos de idade, como assessora da presidência na Fundação de Cultura, Lazer e Turismo de Pelotas, cidade onde nasceu. Realizou trabalhos como o restauro do prédio da Biblioteca Pública Pelotense e a recuperação e modernização do Theatro Sete de Abril. Foi duas vezes Secretária de Cultura de Pelotas, criou o Conselho Municipal de Cultura e o Sistema Municipal de Museus da cidade. Em 2018, a secretária coordenou a 11ª Bienal do Mercosul. Neste ano, Beatriz Araujo destacou-se pela implementação da Lei Aldir Blanc no RS. Lei n 14.017, de 29 de junho de 2020, que dispõe sobre ações emergenciais destinadas ao setor cultural a serem adotadas durante o estado de calamidade pública, provocado pelo coronavírus..

 

LAURO PORTO

Lauro Porto_categoria Reconhecimento_crédito_Diego da Maia

Seu Lauro Porto ingressou na equipe do Theatro São Pedro em 9 de janeiro de 1984. Natural de Canoas, Lauro é responsável pela manutenção do local e é um dos encarregados em preservar o teatro como um dos mais queridos patrimônios culturais do estado. Seu primeiro trabalho no teatro foi como pintor, passando para técnico de palco e aprendendo, logo em seguida, toda a operacionalidade que o teatro precisava, sempre com muito comprometimento. Fiel escudeiro de Dona Eva Sopher, Lauro é parte da história do Theatro São Pedro e homenageá-lo com o prêmio Eva Sopher de 2020 é uma forma de reconhecer seu trabalho.