Theatro São Pedro - Porto Alegre

Theatro São Pedro apresenta Prêmio Eva Sopher dia 17 de dezembro de forma virtual pelo Youtube e Instagram

Cerimônia da terceira edição do Prêmio Eva Sopher contempla importantes nomes da área cultural celebrando a eterna guardiã do teatro

A Fundação Teatro São Pedro promove a 3ª edição do Prêmio Eva Sopher, homenagem à nossa sempre querida Dona Eva que, além do Complexo Cultural Multipalco, deixou-nos como herança o seu profundo amor à arte e ao Theatro São Pedro. A equipe, após anos de aprendizagem ao lado dessa grande mulher, segue firme com sua missão, com o cuidado em valorizar a história, sem deixar de pensar no futuro, na formação de novas plateias e de novas formas de consumo cultural. A cerimônia será virtual, transmitida no dia 17 de dezembro, a partir das 18h, no canal do Youtube https://www.youtube.com/c/TheatroSaoPedroRS e no Instagram www.instagram.com/TeatroSaoPedro do Theatro São Pedro.

O Prêmio Eva Sopher destaca figuras públicas, artistas e produtores da arte, bem como às instituições que fazem a diferença para a Cultura. Já foram contempladas com essa homenagem figuras como Maria Helena Lopes (diretora de teatro), Luciano Alabarse (diretor de teatro e secretário de Cultura de Porto Alegre), Gilberto Schwartsmann (presidente da Fundação Bienal de Artes Visuais do Mercosul), Hique Gomez (músico e ator), entre outros. O troféu da premiação traz uma escultura com a representação da assinatura real de Eva Sopher, criada pelo artista plástico Vinicius Vieira.

 

SOBRE EVA SOPHER

 

Nascida em 1923, em Frankfurt, na Alemanha, Eva Margareth Plaut fugiu do regime nazista com sua família para o Brasil. Na época, com apenas 13 anos, teve que aprender outro idioma, outra cultura e, o mais importante, aprendeu a respeitar as diferenças, compreendendo o significado das palavras sobrevivência e liberdade. Em 1960, mudou-se para Porto Alegre, onde deu início a um marco relevante na trajetória cultural do Rio Grande do Sul. Após tornar-se conhecida pelo trabalho como produtora cultural na Pró-Arte, foi convidada a assumir, em 1975, o desafio de coordenar as obras de reconstrução do Theatro São Pedro, interditado há dois anos devido ao mau estado de conservação e às precárias condições de segurança do local. Em 1982, quando foi criada a Fundação Teatro São Pedro, Dona Eva passou a responder por sua presidência. A história de Eva Sopher já foi contada na biografia “Doce Fera”, escrita pelo jornalista Antonio Hohlfeldt, em filme, no documentário “Eva e o Theatro”, de Claudia Dreyer, e será sempre lembrada quando se falar sobre cultura em nosso Estado. 

 

EVA SOPHER E O THEATRO SÃO PEDRO

 

Após nove anos de muito trabalho, o Theatro São Pedro foi reinaugurado em 28 de junho de 1984. Dona Eva não só trouxe de volta o Theatro São Pedro à comunidade, como propôs a construção do complexo cultural Multipalco, ao lado da sesquicentenária casa. O espaço, com mais de 18 mil m² de área construída, conta com uma praça, um restaurante e a concha acústica, no piso superior, sala para música de câmara, centro de formação cultural, que abriga a Escola de Música Sol Maior e dependências administrativas no sexto pavimento, além de estacionamento e subestação de energia elétrica. O desafio agora é o término de novas etapas, como o teatro italiano, as salas múltiplas, o teatro oficina, a sala para dança e a central térmica. O complexo Multipalco é composto por cinco andares destinados às artes de palco e equipados para oferecer a mais completa infraestrutura a artistas, técnicos e espectadores.

 

SERVIÇO

 

Data: 17 de dezembro de 2020 (quinta-feira)

Horário: 18h
Local: Instagram e canal do Youtube do Theatro São Pedro
Link Youtubehttps://www.youtube.com/c/TheatroSaoPedroRS
Link Instagramwww.instagram.com/TeatroSaoPedro