Theatro São Pedro - Porto Alegre

Sarau Voador celebra os 80 anos do escritor Luiz Coronel

Evento contará com a presença de Tânia Carvalho e Sergio Rojas

Para celebrar os 80 anos Luiz Coronel, a atriz Deborah Finocchiaro e o jornalista Roger Lerina realizam no dia 11 de dezembro um Sarau Voador dedicado à vida e obra do poeta. O evento ocorre às 19h, na Sala de Música – Multipalco Eva Sopher, do Theatro São Pedro. A entrada é gratuita.

Para essa edição especial foram convidados a jornalista Tânia Carvalho e o músico Sergio Rojas. O artista visual Alexandre Carvalho fará pintura ao vivo de um dos maiores letristas do regionalismo local e autor de crônicas e livros de prosa com causos de bolicho e de galpão.

Um homem de múltiplas facetas
“Afinal, que Coronel sou eu? E que comando tenho sobre minha alma, desguarnecida cidadela, se dos mosquetões só faltam flores e há um pierrô de sentinela? [?] Afinal, que Coronel sou eu? Se ponho mapas na mesa, é sempre minha atitude encontrar a mim mesmo em todas latitudes. E nos levantamentos que faço vejo templos, canteiros, abraços e para minha promoção não sonho em ter mais estrelas que as que brilham em meu coração”.

O bajeense Luiz de Martino Coronel veio morar em Porto Alegre pouco antes dos 20 anos. Na Casa do Estudante vendia batidas de frutas, mas com o tempo resolveu aproveitar o talento comercial para vender polígrafos em frente a um curso pré-vestibular. Até que um dia, na falta de um professor, foi convidado para exercer a função. E, assim, trabalhou por 12 anos lecionando História e Literatura.

Formado em Direito pela Ufrgs, também foi magistrado e professor de faculdade, mas enfrentou problemas em função do Golpe Militar. “A propaganda me salvou em um período difícil. Como sabia escrever, comecei com comerciais para o rádio”, conta. Suas campanhas são marcadas pelo conteúdo poético. “Não precisa dizer que chegaram dez quilos de ervilha; não é assim que se conquista o coração das pessoas. A poesia é meu encanto”, diz.

Ele acredita que a função do escritor é organizar a inquietude por meio das palavras. Referendado em solo europeu, professora de Literatura Universidad de Salamanca, Ascensión Rivas Hernández, diz que a obra de Luiz Coronel “é a poesia da vivência quotidiana com ressonâncias líricas. Os poemas amorosos talvez sejam os mais significativos de sua vasta obra literária. Eis uma obra para termos próximo às mãos e ao coração.