Theatro São Pedro - Porto Alegre

Quinteto Austro no Musical Évora

Recital às 12h30 na Sala da Música do Multipalco, com entrada franca.

O Musical Évora do dia 04 de maio apresenta recital com o Quinteto Austro, formado por Vinicius Dias Prates (flauta), Júlio César Wagner (oboé), Elimar Blazina (clarinete), Saulo Emanuel Coelho da Rosa (trompa) e Adilson Souza Vieira (fagote), às 12h30, na Sala da Música do Multipalco, com entrada franca.

O Quinteto Austro surge da ideia de cinco músicos, colegas de orquestra, com um desejo em comum de produzir recitais de música de câmara, com repertório original para a formação tradicional de quinteto de sopros: flauta, oboé, clarinete, trompa e fagote. O grupo conta com integrantes efetivos e músicos convidados dos naipes de algumas das principais orquestras do estado, entre elas: Orquestra Filarmônica da PUCRS (OFPUCRS), Orquestra sinfônica da Universidade de Caxias do Sul (OSUCS), Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA), Orquestra do Theatro São Pedro e Banda Municipal de Porto Alegre.

O conjunto vem recebendo elogios e se destacando pelo entrosamento e originalidade de suas interpretações em recitais periódicos ao longo dos anos, principalmente no projeto Sobremesa Musical da OFPUCRS. Neste ano procura intensificar suas atividades com recitais pelas principais salas de concerto do estado, bem como ampliar suas fronteiras dentro e fora do país.

O Musical Évora ocorre na Sala da Música do Multipalco, espaço destinado a apresentações camerísticas, ensaios e oficinas. O conjunto dispõe de quatro salas menores, dois camarins, musicoteca e sala para guarda de instrumentos.
O Musical Évora tem patrocínio da Évora Holding S.A. e proporciona à comunidade apresentações ao vivo, com entrada franca, sempre nas quartas-feiras úteis, trazendo o trabalho de músicos de diferentes regiões do país e do exterior. As apresentações têm em torno de 45 minutos, dedicados preferencialmente ao erudito, mas contemplando também músicas de diferentes estilos, como MPB, choro e jazz.


 

Vinicius Dias Prates (flauta): é Bacharel e Mestre em música (flauta transversal) pela UFRGS. Iniciou seus estudos no Projeto Prelúdio em 1986, quando este era mantido pela universidade. Em 1998 ingressou no Curso de Extensão em Intrumentos Musicais e em 2004 obteve seu título de nível superior. Participou de vários festivais e masterclasses com flautistas renomados no Brasil e no exterior, como Tadeu Coelho (EUA), Michael Titi (Inglaterra), Felix Rengly (Suiça), Eduardo Monteiro (Rio de Janeiro), Lucas Robato (Bahia), Michel Bellavance (Canadá) e Ransom Wilson (EUA).

Júlio César Wagner (oboé): Bacharel pela UFRGS, participou de vários festivais de música como Festival de Jaraguá do Sul e Festival de Inverno de Vale Vêneto. Atuou na OSNH durante quatro anos, no 4.1 Quinteto de Sopros e como músico convidado participou da Orquestra do Theatro São Pedro, OSPA, Orquestra da Unisinos, Banda Municipal de Caxias do Sul, Banda Municipal de Porto Alegre e Orquestra Sacra da ULBRA. Atualmente é integrante da OFPUCRS, OSUCS e Orquestra Sinfônica de Gramado (OSG).

Elimar Blazina (clarinete): estudou clarinete na Escola de Música da OSPA, tendo aulas com Marcelo Piraíno e Diego Grendene. Graduou-se em clarinete pela UFRGS com o professor Augusto Maurer. Participou de Master Class e cursos de férias com os professores: Manfred Preis (Alemanha), Michel Lethiec (França), Jorge Montilla (Venezuela/EUA), Darko Brelek (Eslovênia), Diego Grendene (Brasil), Pedro Robato (Brasil), Fernando Silveira (Brasil), Christine Bellomy (EUA),David Shea (EUA),Wonkak Kim (Coréia), entre outros. Vencedor do XI, XII e XV Concurso de Jovens Solistas da OSPA, finalista do II Concurso Jovens Solistas da Orquestra Sinfônica do Paraná.

Saulo Emanuel Coelho da Rosa (trompa): iniciou seus estudos musicais aos nove anos de idade com o professor Miguel Rodrigues. Posteriormente, foi aluno do professor Alexandre Ostrowski (Primeira trompa da OSPA). Sua formação inclui ainda vários festivais de música em Curitiba, Jaguara do Sul, São Leopoldo, Pelotas, Gramado, nos quais teve aulas com trompistas renomados no Brasil e no exterior, destacando-se: Luiz Garcia (BRA), Jonathan Luxton (ING), Abel Pereira (POR), Eric Ruske (USA), Gustavo Constenha (URU), Andrej Zust (SLO) e Radovan Vlatkovic (CRO).

Adilson Souza Vieira (fagote): iniciou seus estudos no Conservatório Pablo Konlós, no ano de 2006 onde começou a estudar fagote com o professor Adolfo Almeida Junior. Participou de festivais como: festival SESC (Pelotas – RS) na sua primeira edição, Festival de Jaraguá do Sul (FEMUSC) e Festival Verão Musical em Gramado (RS). Teve aulas com professores como: Fábio Cury (BRA), Steban Falconi (URU) e Stefano Canutti (ITA). No ano de 2009 foi ganhador do prêmio Jovens Solistas da Orquestra SESI Fundarte, executando um dos concertos em dó maior de Antonio Vivaldi. Atualmente estuda com o professor Adolfo Almeida no curso superior da UFRGS.