Theatro São Pedro - Porto Alegre

Quarteto de Clarinetes é destaque do Musical Évora

O Quarteto de Clarinetes Stadler é a atração do Musical Évora da quarta-feira, dia 06. Com a proposta de divulgar e promover o acesso à música de câmara, o grupo apresenta ao público um repertório que resgata e evidencia a música instrumental brasileira, mostrando de forma distinta o samba e o choro. A apresentação inicia às 12h30, no Foyer Nobre do Theatro São Pedro. A entrada é franca.
Com arranjos variados, o quarteto faz uma releitura de peças de grandes mestres do choro como Zequinha de Abreu, Pixinguinha, Jacob do Bandolim, entre outros compositores do gênero. O grupo é formado por Braicon da S. Carvalho, Eli Tomazi, Jean Carlotto e Jean Barboza e, durante a apresentação, contará com a participação do percussionista Amauri Maciel.
O Quarteto de Clarinetes Stadler faz parte da Orquestra Municipal de Sopros de Caxias do Sul e desenvolve um repertório diversificado que pode ser notado por meio da variedade tímbrica e capacidade de expressão que o instrumento proporciona.
O Musical Évora é uma realização da Associação Amigos do Theatro São Pedro, com patrocínio da Évora Holding S.A.

PROGRAMA

1ª PARTE

Clare Grundman (1913 – 1996)
– Caprice for Clarinets

Gustav Holst (1874 – 1934)
Arr.: K. Abe King
– First Suite in Eb for Military Band
I – Chaconne

2ª PARTE
Participação especial: Amauri Maciel – Percussão

Pixinguinha (1897 – 1973) e Benedito Lacerda (1903 – 1958)
Arr.: Ricardo Rodrigues
– Cheguei

Jacob (do bandolim) Bittencourt (1918 – 1969)
Arr.: Genivaldo Carvalho Soares
– Doce de Coco

Hermeto Pascoal (1936 – )
Arr.: Fernando Silveira
– Chorinho para ele

Abel Ferreira (1915 – 1980)
Arr.: Genivaldo Carvalho Soares
– Chorando Baixinho

Pixinguinha (1897 – 1973)
– Rosa

Pixinguinha (1897 – 1973) e Benedito Lacerda (1903 – 1958)
Arr.: Carlinhos Ferreira
– Ingenuo

Severino Araújo (1917 – 2012)
Arr.: Fernando Silveira
– Um chorinho em aldeia

André Victor (1888 – 1948)
– André do Sapato Novo

Pixinguinha (1897 – 1973) e Benedito Lacerda (1903 – 1958)
Arr.: Carlinhos Ferreira
– Ainda Me Recordo

Zequinha de Abreu (1880 – 1935)
Arr.: Sjoerd Van der Veen
– Tico Tico

Assessoria de Comunicação do Theatro São Pedro
(51) 3228 7842