Theatro São Pedro - Porto Alegre

Oswaldir e Carlos Magrão

A dupla de ouro do Rio Grande do Sul, traz ao Theatro São Pedro, dia 18 de maio, às 21h, o show em comemoração aos seus 30 anos de carreira, cantando seus maiores sucessos como: Mocinho Aventureiro, Nós, Herança Nativa, Lago Verde Azul, Guri, Santa Helena da Serra, Pilares e Querência Amada entre outros; além de músicas inéditas de autoria da dupla, do seu mais recente trabalho – De Tudo Um Pouco. O show contará com a participação especial do grande cantor e amigo Daniel Torres.

O encontro entre Oswaldir e o Carlos Magrão aconteceu por volta de 1985, quando foram convidados a gravar o clipe de uma música em Porto Alegre acompanhando outros artistas, o amigo Dutra; Oswaldir no baixo e Magrão no teclado, conheceram-se, e o primeiro trabalho junto, foi marcado.

E foi no Bar Recanto Nativo, onde definitivamente nasceu a dupla Oswaldir e Carlos Magrão, abrindo shows de artistas consagrados no estado. Não demorou muito e a dupla Oswaldir e Carlos Magrão já arrancava mais aplausos do que as atrações principais da noite, então começaram a viajar pela região fazendo shows. Os primeiros fãs então começaram a pedir o disco, e foi com a ajuda de mais dois grandes amigos que eles realizaram a gravação do primeiro long play: Versos, Guitarra e Caminho em 1988 pela gravadora Acit, com as músicas: Um pito, Santa Helena da Serra e Melô do Cruzaids, música com a qual ganharam a Mais Popular na 7ª SEARA da Canção de Carazinho- RS.

Depois disso, a dupla foi convidada a abrir os shows do Sérgio Reis, que era e ainda é um grande amigo da dupla, em um projeto chamado SOM DA SAFRA. E nesses encontros ele propôs para a dupla colocar alguma música no Festival Rimula Schell em São Paulo. Então cantaram o refrão para ele: “o que que há, o que é que tem, uma tetinha nunca fez mal pra ninguém..” e aí estava nascendo o primeiro grande sucesso: a música TETINHA, que ganhou o festival e consagrou a dupla em São Paulo, num festival que era um dos mais respeitados do Brasil. O prêmio repercutiu em todo o país, e então a dupla resolveu ir morar em São Paulo, permanecendo lá por cinco anos.

A saudade de casa começou a apertar e a dupla resolveu voltar pro Sul. Assinaram novamente com a Gravadora Acit e, em 1995 lançaram o CD Querência Amada que se consagra até hoje como o CD mais vendido da dupla. A música tornou-se um hino no Rio Grande do Sul, ultrapassou a marca de mais de 400 mil discos vendidos e deu o primeiro disco de Ouro da carreira da dupla. Em outubro de 2011, veio o disco de platina pela obra da música Querência Amada, entregue a eles na Festa Nacional da Música em Canela-RS. São 17 CD’s e um DVD lançados, mais de um milhão de cópias vendidas e fãs espalhados por todo o país entre todas as faixas etárias, o que faz de Oswaldir & Carlos Magrão a dupla de ouro do Rio Grande do Sul.

Em 2012, ano em que completaram 25 anos de carreira, gravaram o 1° DVD solo da dupla, com o título: “OSWALDIR E CARLOS MAGRÃO – 25 ANOS”, o qual contém os sucessos que a dupla conquistou ao longo de sua história e outras músicas inéditas. A gravação foi na cidade de Bento Gonçalves, no Teatro da Casa das Artes, em uma grande produção de som e luzes, e que conta com as presenças de: Joel Marques, Daniel Torres, Guri de Uruguaiana e o grande parceiro da dupla Sérgio Reis. O DVD foi lançado no mês de Abril de 2013 pela gravadora Som Livre.

E no ano de 2015 a dupla entrou em estúdio para a gravação do seu mais recente trabalho o 17º da carreira que leva o nome: “De tudo Um Pouco”, CD que conta com 14 músicas inéditas de autoria da dupla, em uma mistura de ritmos. Conta ainda com as participações dos amigos do Grupo Minuano e do amigo Serginho Moah, vocalista da banda Papas da Língua. O CD chegou as lojas no início do mês de julho de 2015.