Theatro São Pedro - Porto Alegre

Orquestra de Flautas Transversas IPDAE no Musical Évora

A Orquestra de Flautas Transversais do Instituto Popular de Arte-Educação (IPDAE) apresenta-se no Musical Évora da próxima quarta-feira, dia 18, às 12h30. Com regência de Ademir Schmidt, a orquestra traz no repertório um passeio pela música erudita do período Barroco, com destaque para Pachelbel e Bach, do romantismo de Liszt ao clássico de Beethoven, passando pela música popular brasileira de Luiz Gonzaga, Pixinguinha, Ary Barroso e Ernesto Nazareth. Com entrada franca, a apresentação ocorre no Foyer Nobre do Theatro São Pedro.
Como solistas, destaque para Luciano Gularte Corrêa e Rafael Marques que acompanham os músicos Bruno dos Santos, José Vitor Rodrigues Bulso, Luciano Gularte Corrêa, Rafael Marques, Sthevan dos Santos Nunes e William Ramires Araújo.
Criada em 2011, a Orquestra de Flautas Transversas do Instituto Popular de Arte-Educação-IPDAE é resultado do trabalho desenvolvido na classe de flauta transversal da Escola de Música IPDAE. Tem como regente e coordenador artístico o professor e flautista Ademir Schmidt. Apresenta vários diferenciais, entre eles está a rara formação. Além de difundir a música popular e erudita por meio da flauta transversal. Quanto à estética, a orquestra através de seu repertório, procura estilizar as músicas, dando uma roupagem o mais fiel possível ao estilo, ao período, e ao compositor que está sendo interpretado.
O Musical Évora é uma realização da Associação Amigos do Theatro São Pedro, com patrocínio da Évora Holding S.A.

Ademir Schmidt cursou a Escola de Música da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre-OSPA, é Bacharel em Flauta Transversal pelo Instituto de Artes da UFRGS. Participou de diversos seminários de música com destaque para o II Festival Internacional de Flautistas, onde fez aulas com professores de renome Internacional: Alain Marrion, Michael Faust, Michael Titt, Angelita Floyd e Sato Moughalian. Integrou o elenco de professores da Fundação Municipal de Artes de Montenegro-FUNDARTE. Atuou como flautista em várias Orquestras, entre elas destaca sua participação na Camerata Bruno Kiefer, na OSPA, Orquestra Sinfônica do SESC, Orquestra de Sopros de Novo Hamburgo-OSNH e Orquestra de Sopros EINTRACHT. Atualmente é professor da classe de Flauta Transversal do Colégio Sinodal, no Instituto de Educação Ivoti (Ascarte) e no Instituto Popular de Arte e Educação-IPDAE. É regente da Orquestra de Sopros de Ivoti, Orquestra de Sopros Eintracht, Orquestra Jovem IPDAE e Orquestra de Flautas Transversas IPDAE.

Foto: Claudio Etges
Assessoria de Comunicação do Theatro São Pedro

Release