Theatro São Pedro - Porto Alegre

Secretaria de Estado da Cultura apresenta: OCTSP em A História do Soldado, de Igor Stravinsky

Um soldado sai de licença de seu regimento levando seu único bem, um violino. No caminho, o diabo lhe aborda e oferece um livro que prevê o futuro, proporcionando poderes e riquezas ilimitadas. Em troca, o soldado deve lhe dar o seu violino, sua alma. Esta é A História do Soldado, de Igor Stravinsky, um espetáculo cênico-musical que será apresentado pela Orquestra de Câmara Theatro São Pedro (OCTSP) nos dias 18 e 19 de julho, sábado, às 20h e domingo, às 18h, no palco do Theatro São Pedro.

O espetáculo une música, narração, teatro e dança. O texto, escrito pelo suíço Charles-Ferdinand Ramuz será encenado por Denis Gosh (soldado), Lauro Ramalho (diabo), Thais Petzhold (princesa/dançarina) e Marco Antônio Valério como narrador. A direção cênica e o design cênico são de Claudia de Bem e a regência e a direção musical são do maestro Antônio Carlos Borges-Cunha. Os músicos da orquestra reduzida também fazem parte de cenário vivo: Diego Grendene (clarinete), Adolfo Almeida (fagote), Elieser Ribeiro (trompete), José Milton Vieira (trombone), Diego Silveira (percussão), Moisés Bonella Cunha (violino) e Ana Paula Freire (contrabaixo).

Claudia de Bem explica que a proposta da encenação é contextualizar a obra de Stravinsky na atualidade, relacionando o poder do mundo midiático sobre o homem. “A força e a eficácia da imagem neste cenário midiático é a riqueza que o diabo oferece ao soldado. A sedução pela imagem é determinante para que se venda a alma excluindo todos os outros sentidos que fazem parte do pensamento sensível e dos valores reais”, afirma ela, destacando ainda que seu desafio é fazer uma releitura do texto sem perder a essência e a sensibilidade da obra.

De acordo com Borges-Cunha, este será um espetáculo impactante que marcará a terceira edição da série Concertos Oficiais da Temporada 2015, dentro das comemorações de 30 anos da orquestra, algo também marcante para Claudia de Bem: “a minha admiração pela condução e talento do maestro Borges-Cunha vem de tempos e de muitas parcerias. Este artista me ensinou muito de música e de arte. Estarmos juntos novamente dividindo nossas artes num momento tão especial como este, 30 anos da OCTSP, é, sem dúvida, um privilégio”, enfatiza.

A série Concertos Oficiais da Temporada 2015 da OCTSP é uma promoção do Clube do Assinante ZH, com apoio cultural do Theatro São Pedro, Unimed Porto Alegre, Fundação Cultural Piratini, Master Premium Grande Hotel, Talk Produtora de Som e Via Imperatore Restaurante. O evento é uma realização da Associação Pró-Música, com patrocínio da Gerdau e Sulgás e financiamento do Pró-Cultura RS, Secretaria da Cultura, Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

Os ingressos custam entre R$ 20,00 e R$ 80,00 e podem ser adquiridos na bilheteria do Theatro São Pedro. Mais informações pelo fone (51) 3227-5100 ou www.orquestratsp.com.br.

Sobre:

Antônio Carlos Borges-Cunha: compositor e regente, é orientador do Programa de Pós-Graduação em Música da UFRGS e diretor artístico da OCTSP. Esteve na Alemanha, Estados Unidos, Canadá e Uruguai para apresentar suas composições. Recebeu duas vezes o Prêmio Funarte de Composição, em 2010 e 2014. Como regente, tem contribuído para a atualização do repertório e renovação do interesse do público pela música orquestral. Sua programação de concertos concilia o repertório histórico com as múltiplas tendências da música atual, incluindo encomendas e estreias de obras. A superação de fronteiras entre a música de concerto e a música popular tem sido outra característica de sua atuação.

Claudia de Bem: é mestra em Artes Cênicas, light designer, diretora e artista visual. Nasceu em Porto Alegre e atualmente reside em São Paulo. Sua experiência de 22 anos nas artes inclui nove premiações nacionais na área de design cênico. Em 2007, fez Residência Artística em Madri na área de Desenho de Luz e se especializou em Iluminação e Design de Interiores. É membro honorário da APCEN-Associação Portuguesa de Cenografia. Desde 2006 sua pesquisa é dedicada a luz e espaço. Como pesquisadora, acompanhou algumas produções do encenador americano Robert Wilson no Brasil e Buenos Aires. Seu trabalho se caracteriza pela sensibilidade, criatividade e incessante exploração da luz como uma experiência perceptiva e de aplicabilidade múltipla. Atualmente desenvolve diversos projetos nas áreas de teatro, cinema, música, artes visuais e design de interiores e ministrando cursos e palestras sobre Luz, Sensibilidade e Percepção. Em junho de 2015 participou da equipe da Representação Brasileira para a Seção dos Países e Regiões da Quadrienal de Praga: Espaço e Design da Performance, para apresentar uma reflexão artística sobre sua criação.

Serviço

Concerto Oficial da Temporada 2015
Quando: dias 18 de julho, às 20h e 19 de julho, às 18h
Local: Theatro São Pedro
Ingressos: à venda no local
Valores: R$ 20,00 (galerias), R$ 40,00 (camarote lateral), R$ 60,00 (camarote central) e R$ 80,00 (plateia e cadeira extra)
Horário da bilheteria: os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do teatro de segunda a sexta-feira, das 13h às 18h30 (quando há espetáculos noturnos, das 13h às 21h); aos sábados, das 15h às 21h, e domingos, das 15h às 18h

Assessoria de Comunicação Theatro São Pedro
comunicacao@teatrosaopedro.com.br

Release Media kit