Theatro São Pedro - Porto Alegre

O Escândalo Phillipe Dussaert, com Marcos Caruso, estreia dias 29 e 30 de julho no Theatro São Pedro

Inédito no Brasil, o espetáculo é o primeiro trabalho solo do artista em mais de 40 anos de uma sólida e premiada carreira no teatro, na TV e no cinema

Depois de atuar em mais de 35 peças e escrever outras 10 em mais de 40 anos de carreira, o ator, autor e diretor Marcos Caruso estreia seu primeiro trabalho solo. O público poderá apreciar a elogiada performance do artista nos dias 29 e 30 de julho, sábado (21h) e domingo (18h), respectivamente, em O Escândalo Phillipe Dussaert, no Theatro São Pedro, em Porto Alegre. O texto do ator e dramaturgo francês Jacques Mougenot, que virá para a estreia, é inédito no Brasil e tem direção de Fernando Philbert e tradução de Marilu de Seixas Corrêa.

O Escândalo Philippe Dussaert é um texto que investiga com fino humor os limites da arte contemporânea e as polêmicas em torno do assunto, por meio da história de um escândalo do pintor francês Philippe Dussaert. Vencedor do Prêmio Philippe Avron por esta peça, Jacques Mougenot está há quase uma década em cartaz, ultrapassando a marca das 600 apresentações na França. O autor também ganhou o Prêmio Molière 2016 de Melhor Espetáculo Musical por sua adaptação da peça de Georges Feydeau Les Fiancés de Loches, que transformou num musical com a colaboração do compositor e diretor Hervé Devolder. Mougenot virá ao Brasil, convidado pelo Consulado Geral da França. O autor já confirmou sua presença na sessão para convidados do dia 31 de agosto no Teatro Maison de France.

Nesta peça, o dramaturgo francês usa a figura de um pintor contemporâneo e sua polêmica carreira para fazer junto ao público uma reflexão sobre o que é e o que não é arte – o tema é terreno fértil para infindáveis controvérsias e polêmicas. – Cada vez mais me interesso pelo teatro contemporâneo. Como autor, diretor ou ator, quero cada vez mais me debruçar sobre temas contemporâneos. ‘O Escândalo Philippe Dussaert’ permite uma investigação onde ator e plateia, de maneira divertida e surpreendente, desvendam um dos maiores escândalos da história da arte contemporânea, afirma Marcos Caruso.

FICHA TÉCNICA
Texto: Jacques Mougenot
Tradução: Marilu de Seixas Corrêa
Direção: Fernando Philbert
Interpretação: Marcos Caruso
Cenário e Figurino: Natalia Lana
Iluminação: Vilmar Olos
Direção Musical: Maíra Freitas
Vídeos: Rico e Renato Vilarouca
Fotos: Paula Kossatz
Assistente de Direção: Vinicius Marins
Direção de Produção: Carlos Grun – Bem Legal Produções
Realização: Galeria de Arte CorMovimento Ltda
Produção Local: Litlle John Entretenimento
Divulgação e Assessoria de Imprensa Local: Silvia Abreu
Duração: 80 minutos

Classificação etária: 12 anos

SERVIÇO ESPETÁCULO:
Datas: Dias 29 e 30 de julho
Horários: Sábado 21h |Domingo: 18 h
Local: Theatro São Pedro – Praça Marechal Deodoro, s/n° | Centro Histórico | Porto Alegre/RS
Telefones: (51) 3227.5100 | 3227.5300

INGRESSOS:
Plateia e Cadeira Extra – R$ 120,00
Camarote Central – R$ 100,00
Camarote Lateral – R$ 90,00
Galerias – R$ 40,00

DESCONTOS:
50% para associados da AATSP (ingressos limitados)
50% para idosos
50% para Sócios e acompanhantes do Clube do Assinante Zero Hora.
50% para estudantes, pessoas com deficiência e jovens de baixa renda (40% da lotação) nos termos da Lei Federal 12.933.

Informamos que, conforme esta lei, o benefício de meia-entrada para estudantes só será concedido mediante a apresentação, no momento da aquisição do ingresso e na portaria do local de realização do evento, da Carteira de Identificação Estudantil (CIE), emitida pela Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), pela União Nacional dos Estudantes (UNE), pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), pelas entidades estaduais e municipais filiadas àquelas, pelos Diretórios Centrais dos Estudantes (DCEs) e pelos Centros e Diretórios Acadêmicos, com prazo de validade renovável a cada ano, conforme modelo único nacionalmente padronizado e publicamente disponibilizado pelas entidades nacionais antes referidas e pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), com certificação digital deste, podendo a carteira de identificação estudantil ter 50% (cinquenta por cento) de características locais.

A concessão do direito ao benefício da meia-entrada é assegurada em 40% (quarenta por cento) do total dos ingressos disponíveis para cada evento. O Theatro São Pedro disponibiliza até 623 lugares para comercialização de ingressos, o que, de acordo com a lei, libera até 374 lugares para venda de ingressos com meia-entrada.

Em compras pelo call center ou internet, o documento deverá ser apresentado na retirada do ingresso e no acesso ao evento.

Assessoria de Imprensa: Silvia Abreu (MTB 86794) – 13/07/2017

Fones: (51) 8632.0145 (Oi)- (51) 8133.6787 (Tim)