Theatro São Pedro - Porto Alegre

Noite de muita literatura, suspense e o terror no Theatro São Pedro

Dia 3 de novembro tem mais uma edição do projeto Tu, Frankenstein – que desafia alguns autores a passarem a noite no Theatro São Pedro e criarem obras de suspense e terror. Antes desse desafio da escrita criativa, teremos dois eventos aberto ao público: o primeiro, o bate-papo O suspense, o terror e a fantasia: o medo em série, às 18h30, com Marcelo Carneiro da Cunha e Mario Corso, o papel do medo e de paixões a ele relacionadas em obras literárias e em roteiros de séries, obras planejadas para comover o público a que se destinam. O segundo evento, às 20h, o Sarau Elétrico & Eletrizante. Com uma seleção especial de grandes textos de terror e suspense, Kátia Suman, Luiz Augusto Fischer e Diego Grando apresentam uma sessão de leituras embalada por uma trilha sonora totalmente sinistra, executada ao vivo por Yanto Laitano. Os ingressos são gratuitos e estarão disponíveis na bilheteria a partir das 13h.

Após esses dois eventos a noite de residência literária será realizada no majestoso Theatro São Pedro, um prédio histórico de Porto Alegre, com pé direito alto, longas e pesadas cortinas, escadas e lustres dignos de um grande castelo. É ali que escritores nacionais e gaúchos irão exorcizar seus fantasmas criando histórias horripilantes no papel.

Assim como nos anos anteriores, eles vão passar a noite de quinta-feira (3/11) para sexta no Theatro São Pedro (Pça. Marechal Deodoro, s/nº, em Porto Alegre). Cabe a eles, numa atmosfera sinistra, imaginar fantasmas, monstros ou situações apavorantes para extrair contos fantásticos. O resultado será publicado num livro a ser lançado na próxima Feira.

A atividade desta noite leva o nome de “Tu, Frankenstein 5”, mas é a quarta vez que ocorre. A sessão inédita, em Porto Alegre, foi durante a 59ª Feira do Livro e se chamou “Tu Frankenstein 2” por respeitar a origem. Os organizadores levaram em conta que a primeira, ou seja, a que serviu de inspiração para esse evento, foi aquela em que Mary Godwin Shelley criou Frankenstein numa madrugada de 1816 na Suíça. Ela, acompanhada de outros autores, estavam reunidos numa noite chuvosa e assustadora, quando foi lançado um desafio para criação do texto e decidiram escrever aproveitando o pânico.

O livro resultado da noite do ano passado será lançado após a Feira do Livro.

Dia 3 de novembro

Debate: O suspense, o terror e a fantasia: o medo em série
18h30
Com Marcelo Carneiro da Cunha e Mario Corso.

Sarau Elétrico & Eletrizante
20h
Com Kátia Suman, Luiz Augusto Fischer e Diego Grando
trilha sonora: Yanto Laitano.

– Os ingressos gratuitos estarão disponíveis na bilheteria no dia da apresentação, a partir das 13h.