Theatro São Pedro - Porto Alegre

Maestro português Pedro Neves volta a Porto Alegre para reger a Ospa

No dia 27 de outubro, terça-feira, às 20h30, a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre recebe o maestro português Pedro Neves, regente titular da Orquestra Clássica de Espinho, para o último concerto da Série Theatro São Pedro 2015. No programa, além de uma sinfonia de Ludwig van Beethoven (1770-1827), será inserida uma peça de Luigi Cherubini (1760-1842) inédita no repertório da orquestra. A apresentação conta, ainda, com o “Concerto para Flauta” de Carl Nielsen (1865-1931), cujos solos serão executados pelo flautista da Ospa Artur Elias Carneiro. Os ingressos custam entre R$10 e R$40 e estão à venda na bilheteria do Theatro.

O concerto inicia com a Abertura da ópera “L’Hôtellerie Portugaise”, do italiano Cherubini. A peça ilustra o talento inventivo do compositor, reconhecido por Beethoven e outros músicos da época por sua capacidade de combinar o virtuosismo com a profundidade dramática. O enredo da produção, estreada em 1798 no Théâtre Feydeau, em Paris, é ambientado em Lisboa.

No ano em que são lembrados os 150 anos de nascimento de Nielsen, a orquestra dá andamento ao programa com o seu “Concerto para Flauta”, com solos do flautista Artur Elias Carneiro. A peça, favorita do solista na literatura para o instrumento, estreou em 1926 e foi dedicada a Gilbert Jespersen. Ela reflete correntes modernistas dos anos 1920. Jespersen integrava o Quinteto de Sopros do Conservatório Real de Copenhague, grupo com o qual Nielsen havia realizado colaborações. O compositor prometera dedicar uma peça para cada amigo do conjunto, porém, pôde escrever apenas para o flautista e para o clarinetista antes de vir a falecer.

Primeiro flautista da Ospa há mais de 20 anos, Artur graduou-se pela UFRGS e aprofundou seus estudos musicais em Stuttgart (Alemanha). Como músico, percorre terrenos diversos como a música de vanguarda, a música barroca e a música popular sul-americana. Foi indicado ao Prêmio Açorianos 2005, na categoria Melhor Instrumentista.

A “Sinfonia nº2”, de Beethoven, encerra a noite. Datada de 1802, foi feita em um período de grande fertilidade na produção do compositor, considerado um dos pilares da tradição da música de concerto. É uma de suas obras mais alegres e cheias de energia, apesar de, naquela época, Beethoven já vir demonstrando o seu desespero devido à surdez que o acometia desde 1795, diagnosticada como irreversível.

Convidado para reger a Ospa nesta noite, o maestro português Pedro Neves reforça o caráter transversal do programa, que salienta as diferentes épocas em que as obras foram compostas, buscando elementos que as unem. “Na música, a diferença e a complementaridade estão sempre presentes”, explica. Doutorando na Universidade de Évora, Neves atua também como maestro convidado da Orquestra Gulbenkian. É fundador, ainda, da Camerata Alma Mater e tem colaborado com o Sond’arte Electric Ensemble, com o Grupo de Música Contemporânea de Lisboa e com o Remix Ensemble Casa da Música, que atuam na música contemporânea. Regeu a Ospa no ano passado, em um concerto com a participação do contrabaixista italiano Giuseppe Ettorre.

Concerto da Série Theatro São Pedro

Quando: 27 de outubro, terça-feira, às 20h30
Onde: Theatro São Pedro (Praça Mal. Deodoro- Porto Alegre/RS)
Ingressos: À venda no local
Valores: R$ 10 (galeria), R$ 20 (camarote lateral), R$ 30 (camarote central) e R$ 40 (plateia), com desconto de 50% para seniores, estudantes e titulares do cartão Clube do Assinante ZH
Horário da bilheteria: Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do teatro, de segunda a sexta-feira, das 13h às 21h (quando não há espetáculos noturnos, das 13h às 18h30); nos sábados, das 15h às 21h, e domingos, das 15h às 18h

Crédito Foto: Julia Gall

Assesoria de Comunicação OSPA

Release Media kit