Theatro São Pedro - Porto Alegre

Livro póstumo de Ivo Bender será lançado dia 31 de agosto

Publicado pela editora Movimento, “Rosa Noturna” será lançado no Foyer Nobre do Theatro São Pedro

O Theatro São Pedro convida a todos para o lançamento de Rosa Noturna, livro póstumo de contos inéditos de um dos grandes dramaturgos brasileiros, o gaúcho Ivo Bender (falecido em junho deste ano). O evento ocorre dia 31 de agosto, às 18h, no Foyer Nobre do Theatro São Pedro. O livro é uma publicação da editora Movimento e conta com introdução da professora Léa Masina. Na noite de lançamento, haverá depoimentos de dois grandes amigos de Ivo: Hélvia Miotto, que irá falar sobre Ivo Bender e sua relação com a Música, e Antonio Hohlfeldt, que falará sobre o dramaturgo e o teatro. Já os atores Déborah Finochiaro, Evandro Soldatelli e Sandra Dani farão uma leitura de parte da obra.

Nascido em São Leopoldo, em 23 de maio de 1936, Ivo Bender foi uma das figuras mais representativas do teatro e da literatura no Rio Grande do Sul. O dramaturgo e escritor gaúcho morreu no dia 25 de junho, aos 82 anos, em Porto Alegre, por insuficiência cardíaca. Com 36 peças escritas entre 1961 e 2004. Depois da última, Diálogos Espectrais, trocou o teatro pela prosa, tendo publicado duas antologias de narrativas breves: Contos (L&PM), em 2010, e Quebrantos e Sortilégios (Terceiro Selo), em 2015, que ganhou o Prêmio Açorianos de Literatura na categoria Conto.

Influenciado pelo teatro do absurdo, Bender começou a escrever peças na década de 1960. Sua primeira peça, As Cartas Marcadas ou Os Assassinos, foi escrita quando ele ainda era um estudante do Instituto de Letras da UFRGS, em 1961, e obteve boa recepção. Outro espetáculo, A Terra Devorada estreou no Theatro São Pedro em 1963.

Rosa Noturna

O livro contempla oito contos, um deles dividido em duas partes. Essa é a terceira experiência do escritor filiada ao realismo mágico. Na obra, o autor apresenta cenários de figuras sujeitas ao jugo da terra e do clima. Nesse quadro, Ivo Bender acirra as contradições seguindo modelos legados pelo Classicismo ou, mesmo, pelo relato bíblico. Em ambos, a aliança familiar se mostra um terreno fértil para a irrupção de rancores e ódios arcaicos sem possibilidade de solução serena. O primeiro conto chama-se Açougue Modelo, uma referência a famosa história do Linguiceiro da Rua do Arvoredo, mas de uma versão distintas das demais existentes. Rosa Noturna nos mostra que a passagem do tempo apenas comprova o tranquilo domínio de Ivo Bender sobre as técnicas literárias e sua audácia ao devassar os labirintos do realismo mágico.

SERVIÇO

Lançamento do livro “Rosa Noturna”
31 de agosto (sexta-feira), às 18h
Foyer Nobre do Theatro São Pedro (Praça Marechal Deodoro, s/nº)
ENTRADA FRANCA

Estacionamento do Multipalco Eva Sopher
Aberto ao público de segunda a sábado e para todos os espetáculos
Descontos para associados da AATSP