Theatro São Pedro - Porto Alegre

Evento homenageia a memória de Eva Sopher

Ontem, 7 de fevereiro foi um dia marcado por muitas emoções no Multipalco Eva Sopher, quando completou um ano a partida da eterna guardiã do Theatro São Pedro, Eva Sopher (1923 – 2018). Para celebrar sua trajetória de respeito e amor à arte e à cultura, especialmente ao Theatro São Pedro, instituição que presidiu por mais de 40 anos, foi realizado um ato em sua homenagem.

O ato, conduzido pela jornalista Daniela Sallet na Concha Acústica do Multipalco Eva Sopher, contou com a presença da Secretária Adjunta da Cultura do Estado do Rio Grande do Sul, Carmen Langaro, do Presidente da Associação Amigos do Theatro São Pedro (AATSP), José Roberto Diniz de Moraes  e das filhas de Eva Sopher, Renata Rubim e Ruth Pereyron, além de personalidades como Luiz Fernando Veríssimo, autoridades, membros fundadores e conselheiros da Associação, professores, convidados especiais, amigos da classe artística, associados e das equipes de trabalho. No palco, o grupo de choro da ONG Sol Maior, apresentou clássicos do choro. O Presidente da AATSP fez um breve pronunciamento sobre Dona Eva e leu uma carta escrita por ela, quando completou 90 anos, em 2013, delegando a sua equipe a tarefa de dar continuidade a sua obra. Na sequência, o artista Hique Gomez representou a história de sua autoria, “Eva e o Paraíso”, que se transformou no momento de descontração do ato. Após, juntamente com a Sol Maior, apresentou o último choro (Naquela Mesa …. está faltando “ela”). Encerrando o ato, foi realizada uma foto com todos os participantes vestindo a camiseta alusiva ao Multipalco Eva Sopher, para perenizar a homenagem.