Theatro São Pedro - Porto Alegre

Carlos Lyra & Wanda Sá – 60 anos da Bossa Nova, dia 2 de outubro

No dia 02 de outubro, às 21h, Carlos e Wanda prestam uma homenagem a esse movimento que eles criaram e fizeram parte. Cantam grandes sucessos como Minha Namorada, Se é tarde me perdoa, Lobo bobo, Primavera, Chega de Saudade, Wave e tantas outras. Contam histórias de momentos que viveram com Vinicius de Moraes, parceiro querido e de outros compositores marcantes da bossa nova como Roberto Menescal e Tom Jobim, acompanhados de uma excelente banda, formada por Adriano Souza (piano), Jorge Helder (baixo) e Renato Massa (bateria).

Carlos Lyra foi um dos criadores da bossa nova, junto com Tom Jobim e Roberto Menescal. Sobre ele, escreveu Tom Jobim: “Seus sambas e canções perdurarão, pela qualidade, leveza, simplicidade, profundidade, enquanto houver música…Tive o privilégio de orquestrar várias músicas do Carlos Lyra para o João Gilberto. Todas lindas, inesquecíveis. Carlos Lyra é único, é impar, outro igual não há”.

Parceiro de Vinicius de Moraes em Você e eu, Marcha da quarta-feira de cinzas, Maria Moita, Samba do carioca, Coisa mais linda, Primavera e Minha Namorada e parceiro de Ronaldo Bôscoli em tantas outras, como Se é tarde me perdoa, Canção que morre no ar, Lobo bobo e Saudade fez um samba, clássicos da música brasileira, Carlos Lyra é um dos mais importantes e criativos compositores surgidos nos anos 60 ainda em atividade. Também um excelente letrista, autor de músicas como Maria Ninguém, Influência do Jazz, Quando chegares, Ciúme, entre outras.

Depois de vinte e cinco anos sem gravar um disco de inéditas, Carlos lançou em março um belíssimo cd.

Musa da bossa nova, Wanda Sá iniciou em 1962, ainda menina, no Programa Dois na Bossa, ao lado de Tom Jobim e Boscoli. Com seu nome sempre afinado com o bom gosto, requinte nas harmonias e uma história de prestígio dentro da MPB, em 1964 gravou o antológico disco Wanda Vagamente.

Fez parte da banda de Sérgio Mendes, do grupo Brasil 65, com Jorge Ben e Rosinha de Valença. Voltando ao Brasil, fez shows com Vinicius de Moraes, Miele e Baden Powell. Em 1969, casou-se com Edu Lobo e foi morar em Los Angeles. Retornando ao Brasil, retoma sua carreira e nunca mais deixa de tocar.

INGRESSOS
Plateia: R$ 190,00
Camarotes central e foyer: R$ 160,00
Camarotes laterais: R$ 130,00
Galerias:R$ 90,00
Ingressos na bilheteira do teatro e www.teatrosaopedro.com.br
REALIZAÇÃO: Branco Produções
ASSESSORIA DE IMPRENSA: Eduardo Elias (eduardo@brancoproducoes.com.br)