Theatro São Pedro - Porto Alegre

3º Festival Gestos Contemporâneos acontece entre os dias 9 e 11 de novembro

Com o objetivo ampliar a visibilidade da produção de dança no Brasil e Rio Grande do Sul, o Sistema Fecomério-RS/Sesc, o Governo do Estado, o Fundação Theatro São Pedro e a Associação Amigos do Theatro São Pedro, lançam a programação da terceira edição do Festival Gestos Contemporâneos, que ocorre entre os dias 9 e 11 de novembro. Entre os destaques estão: os debates “Diálogos da Dança”, com Sigrid Nora (9 de novembro) e com Sandro Borelli (10 de novembro), e mediação de Carlinhos Santos. Os interessados em participar devem se inscrever pelo e-mail Inscrições pelo e-mail culturacentro@sesc-rs.com.br. Confira abaixo a programação completa.

Uma das atrações é o espetáculo “Gran Fuleiro Circus”, que a Cia H (RS) apresenta no dia 9 de novembro, às 20h, na Concha Acústica e tem entrada gratuita. Outro destaque é a apresentação “Fisiologia do Desespero” de Eva Shul (RS), que acontece no dia 11 de novembro (domingo), às 18h, no Teatro do Sesc Centro (Av. Alberto Bins, 665). A apresentação é sobre como o corpo aguenta, como o corpo resiste, como o corpo sucumbe e como ele continua. É uma investigação em dança e performance que permitirá ao público experienciar imersão e borramentos no limiar entre surrealismo e realidade. Os ingressos estarão a venda no Teatro do Sesc Centro.

Já o grupo Geda Cia de Dança (RS) vai lançar o projeto Vaga, que tem a direção de Maria Waleska van Helden. O espetáculo, criado coletivamente, e ancorado na temática da imigração e do refúgio acontece, também, no dia 11, às 20h, no Foyer Multipalco Eva Sopher do Theatro São Pedro. Com classificação livre, os ingressos estarão a venda no local.

Sobre o Arte Sesc – Cultura por toda parte – Criado pelo Sistema Fecomércio-RS em 2007, o programa reúne todas as atividades culturais desenvolvidas pelo Sesc no Rio Grande do Sul, entre teatro, música, artes plásticas, literatura e cinema. Além de promover uma intensa troca de experiências e ampliar o acesso à produção artística, o Arte Sesc busca ser reconhecido como promotor de ações culturais no Estado, sendo elas não só apresentações artísticas, mas também de caráter formativo e educacional, orientadas por três eixos: transversalidade, diversidade e acessibilidade.

3º Gestos Contemporâneos
Data: de 9 a 11 de novembro
Ingressos: no Theatro São Pedro

9 de novembro (sexta-feira)

Diálogos da Dança
Sigrid Nora com mediação de Carlinhos Santos
Horário: 17h
Local: Sala da Música
Inscrições pelo e-mail culturacentro@sesc-rs.com.br

Sigrid Nora: possui graduação em Enfermagem e Obstetria pela Universidade de Caxias do Sul (1983), Licenciatura Plena em Enfermagem pela Universidade de Caxias do Sul (1983), Licenciatura de Curta Duração em Estudos Sociais pela Universidade de Caxias do Sul (1975), Mestrado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2000), Doutorado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2005) e Pós-doutorados em História (2011) e (2013) pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é professora adjunto I e Coordenadora do Curso Superior de Tecnologia em Dança da Universidade de Caxias do Sul. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: dança, corpo, arte e cultura.

Carlinhos Santos: formado em História pela Universidade de Passo Fundo e em Comunicação Social – Jornalismo, pela Unisinos. Tem especialização em Corpo e Cultura – Ensino e Criação, pela Universidade de Caxias do Sul, onde também desenvolveu o Mestrado em Educação, com a dissertação Corpo e Educação – Cia. Municipal de Dança de Caxias do Sul. Por treze anos foi titular de uma coluna diária 3por4, do caderno Sete Dias, do Jornal Pioneiro, em Caxias do Sul. Também trabalhou nos jornais Correio do Povo, Zero Hora, Diário Popular (SP) e Extra (RJ) e integrou a Assessoria de Imprensa da MultiRio – Empresa de Multimeios do Rio de Janeiro. Atua como crítico de dança em festivais e mostras de dança no Brasil, sendo também colaborador do site Agora Crítica Teatral, de Porto Alegre. Em 2017, foi coordenador da Unidade de Dança da Secretaria Municipal de Cultura de Caxias do Sul e diretor da Cia Municipal e Dança de Caxias. Atualmente atua como freelancer.

Gran Fuleiro Circus
Cia H (RS)
Horário: 20h
Local: Concha Acústica
Sobre: A Companhia H buscou no picadeiro do circo uma nova forma de explorar os sentimentos humanos e a ambiguidade dos seres, com suas fragilidades e ambições, apresentando ao Respeitável Público possíveis sentimentos além da graça. Gran Fuleiro Circus, onde o palhaço dança a emoção para além do riso.
Gênero: Dança
Duração: 54 min
Classificação: livre
Entrada franca

Balada da Virgem Em nome de Deus
Cia Carne Agonizante (SP)
Horário: 21h
Local: Theatro São Pedro
Sinopse: Por volta de 1412, surgia a figura mítica de Joana D’arc, uma camponesa pobre, analfabeta e religiosa que, sob o comando de mensageiros dos céus, como afirmava, comandou tropas francesas na Guerra dos 100 anos, lutando pela libertação da França contra o domínio da Inglaterra. Capturada e condenada à fogueira em 1431 por heresia, acabou se tornando santa da igreja católica e padroeira da França. A criação se alimenta da força física, espiritual e das contradições políticas e religiosas contidas na sua personalidade. Neste universo, as noções de tempo e espaço se apresentam completamente alteradas, portanto, o real e o não real podem se confundir a ponto de desencadear um outro olhar, uma outra ética, um outro modo de vivenciar uma criação, se apoiando na potente energia simbólica que D’Arc representa. Um lugar onde a loucura, a transgressão e a opressão, foram transformados em combustível necessário para a perpetuação desta dança.
Gênero: dança
Duração: 45 min
Classificação: livre

Ingressos: no Theatro São Pedro
R$ 10,00 | Comércio e Serviços com Cartão Sesc/Senac
R$ 10,00 | Meia entrada (estudantes, professores, doadores de sangue e classe artística mediante apresentação de comprovante)
R$ 20,00 | Usuário
R$ 15,00 | Empresário com Cartão Sesc/Senac
R$ 20,00 | Usuário

10 de novembro (sábado)

Diálogos da Dança
Sandro Borelli com mediação de Carlinhos Santos
Horário: 19h
Local: Sala da Música
Inscrições pelo e-mail culturacentro@sesc-rs.com.br

Sandro Borelli: Coreógrafo, diretor artístico, intérprete da Cia Carne Agonizante, e artista educador de dança. Suas criações já foram apresentadas em alguns dos principais Festivais de Dança no exterior: Argentina, Alemanha, Escócia, Espanha, Estados Unidos, França, México, Peru, Sérvia, Suíça e Venezuela. No Brasil, seus espetáculos já se apresentaram nos estados do Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia Santa Catarina, e Tocantins. Vem atuando como artista educador na área da dança em diversas cidades do país desde 1995. Foi o idealizador da Revista Murro em Ponta de Faca em 2010.Preside a Cooperativa Paulista de Dança desde 2011. É formado em Educação Física pela Universidade Nove de Julho/SP (Licenciatura e Bacharelado). Desde 2014 é professor convidado da Escola Superior de Artes Célia Helena para o curso da Pós-Graduação em Artes Cênicas.

Contos de falta
Cia Municipal de Dança de Caxias do Sul (RS)
Horário: 21h
Local: Theatro São Pedro
Sinopse: novo espetáculo da companhia que marca o início das comemorações dos seus próximos 20 anos. O espetáculo fala de união, compartilhamento, cumplicidade, reconstrução e nova ordem. Corpos fluidos e em conexão constante onde a incompletude do ser humano e suas diferenças é motor para comunhão e inspiração para a construção coreográfica.
Gênero: dança
Duração: 40 min
Classificação: livre

Ingressos: no Theatro São Pedro
R$ 10,00 | Comércio e Serviços com Cartão Sesc/Senac
R$ 10,00 | Meia entrada (estudantes, professores, doadores de sangue e classe artística mediante apresentação de comprovante)
R$ 20,00 | Usuário
R$ 15,00 | Empresário com Cartão Sesc/Senac
R$ 20,00 | Usuário

11 de novembro (domingo)

Fisiologia do Desespero
Eva Shul (RS)
Horário: 18h
Local: Teatro Sesc Centro
Sinopse: Fisiologia do Desespero é sobre como o corpo aguenta, como o corpo resiste, como o corpo sucumbe e como ele continua. É uma investigação em dança e performance que permitirá ao público experienciar imersão e borramentos no limiar entre surrealismo e realidade. Busca a materialidade do corpo como potência, trazendo para a cena a organicidade do animal no avesso do humano, através da corporeidade das bailarinas. Fisiologia do Desespero encontra possibilidades cênicas a partir de uma espécie de dinâmica híbrida, onde o corpo e as influências que ele sofre são pesquisados através de variados dispositivos de expressão que incluem o uso da voz, palavra, canto e objetos cênicos que modificam a estrutura do corpo. O humor, como dispositivo de escape dá um corte apimentado à cena. Carla Vendramin, Renata de Lélis e Viviane Lencina propõe “Fisiologia do Desespero” através do desejo de encontrar vitalidade e provocação na sinergia das suas possibilidades artísticas, assim como um aprofundamento na pesquisa de um caminho cênico que seja instigador para elas mesmas e para o público. Por isso também, a renomada coreógrafa Eva Schul é convidada a dirigir e fazer um papel desestabilizador ou agregador desta proposta cênica.
Gênero: dança
Duração: 50 min
Classificação: 14 anos

Ingressos:
R$ 10,00 | Comércio e Serviços com Cartão Sesc/Senac
R$ 10,00 | Meia entrada (estudantes, professores, doadores de sangue e classe artística mediante apresentação de comprovante)
R$ 20,00 | Usuário
R$ 15,00 | Empresário com Cartão Sesc/Senac
R$ 20,00 | Usuário
*Os ingressos podem ser adquiridos pelo site www.eventbrite.com.br, no SAC do Sesc Centro (8h às 19h45 de segunda a sexta-feira e das 8h às 13h em sábados) ou uma hora antes do espetáculo na bilheteria no Café Concerto do Sesc Centro. A bilheteria online será encerrada às 15h do dia anterior ao evento.

Vaga
Geda Cia de Dança (RS)
Horário: 20h
Local: Foyer Multipalco Eva Sopher – Theatro São Pedro
Sinopse: O novo projeto da Geda Cia de Dança Contemporânea é um espetáculo criado coletivamente e ancorado na temática da imigração e do refúgio. Vaga, o nome escolhido para o projeto, é múltiplo: a Vaga embala o movimento de indivíduos que se veem deslocados de sua terra mãe pelas ondulações criadas pela política, pela sociedade e pela religião; Vagam, no impulso de viver, ultrapassando fronteiras de diferenciação dos corpos; as Vagas, são lugares a serem ocupados, desbravados, reinventados; Vaga é onda, é o movimento de deixar-se levar pelo vento firmando a direção do mastro. Vaga, por fim, é o particular movimento que cria este corpo de bailarinos, músicos e convidados que vagam por diferentes trajetórias e experiências. Nesse projeto, refletem sobre os fluxos migratórios e sobre as migrações que compõem seu próprio território.
Gênero: dança
Duração: 45 min
Classificação: livre

Ingressos: no Theatro São Pedro
R$ 10,00 | Comércio e Serviços com Cartão Sesc/Senac
R$ 10,00 | Meia entrada (estudantes, professores, doadores de sangue e classe artística mediante apresentação de comprovante)
R$ 20,00 | Usuário
R$ 15,00 | Empresário com Cartão Sesc/Senac
R$ 20,00 | Usuário

Patas Arriba
Rui Moreira (RS)
Horário: 21h
Local: Palco do Theatro São Pedro
Sinopse: Se Alice, do País das Maravilhas, renascesse nos nossos dias não necessitaria de um espelho para descobrir o mundo ao revés. Para explorar o mundo ao contrário bastaria que a personagem de Lewis Carroll olhasse através de uma janela. É o que medita Eduardo Galeano na sua obra Patas Arriba – La escuela del mundo al revés. No espetáculo de dança Patas Arriba, Rui Moreira, bailarino, diretor e coreógrafo, assume a direção de um peculiar elenco formado por bailarinos contemporâneos e dançarinos de danças urbanas. “A iniciativa de ter a dança como mídia para o pensamento do jornalista e escritor uruguaio, Eduardo Galeano, a partir desta obra, propõe um movimento cultural potente que se inicia na cidade de Porto Alegre, extremo sul do Brasil. A mim foi delegado o papel de provocador criativo para concepção de um espetáculo. Assumi esta função a partir de pontos de vista diversos sobre a obra do escritor e interagi com todos. De dançarinos à equipe de arte e de produção. Isso foi uma oportunidade incrível que agradeço profundamente. A concepção de “Patas Arriba” foi um exercício de autoria compartilhada”, afirma Rui Moreira.

Gênero: dança
Duração: 52 min
Classificação: 12 anos

Ingressos: no Theatro São Pedro
R$ 10,00 | Comércio e Serviços com Cartão Sesc/Senac
R$ 10,00 | Meia entrada (estudantes, professores, doadores de sangue e classe artística mediante apresentação de comprovante)
R$ 20,00 | Usuário
R$ 15,00 | Empresário com Cartão Sesc/Senac
R$ 20,00 | Usuário